Técnicas de enfilado passo a passo: Enfilado cruzado para anéis e pulseiras.

 

 Neste passo a passo veremos como se faz o enfilado cruzado, que é uma das técnicas mais básicas na bijuteria e que nos vai permitir criar muitos desenhos de anéis, pulseiras e outros acessórios.

É necessário saber fazer este tipo de trabalho para entender trabalhos mais complexos como o de bases de quadrados com tupis cruzados ou o anel e corações.

Esta técnica é a mesma que se emprega basicamente para fazer animais com missangas utilizando fio de nylon ou arame de 0,25 a 0,30 mm.

Esta técnica é muito fácil e a pode fazer crianças a partir de uns 8 anos.

Os anéis podem ser feitos com fio elástico, fio de nylon e arames de 0,25 a 0,30 mm. Se usamos fios mais grossos não poderemos passar-los mais de uma vez pela mesma conta facilmente e será muito difícil ou quase impossível realizar o trabalho.

Se pode escolher ou nylon ou arame para um desenho, recomendamos escolher o nylon porque fica menos rígido e o anel será mais cómodo de usar.

O arame por uma parte têm a vantagem de ser mais forte e resistente, o qual pode ser útil se costumam romper os fios dos anéis com o uso.

Os anéis mais cômodos de usar são os de fio elástico, sempre que não sejam muito largos pela parte detrás.

Trocando a cor e o tamanho das bolas e missangas deste desenho se obtêm uma infinidade de combinações que podemos adaptar segundo nosso gosto e para que combine com a roupa.

Esta técnica pode ser feita com qualquer tipo de contas, granito e canutilhos.

Para fazer gargantilhas se usa a mesma técnica colocando um broche. Pode ser usado um fecho, por exemplo um gancho e oito.

Em livros e revistas de bijuteria e missangas podes encontrar muitos desenhos mais elaborados usando esta mesma técnicas básica. Recomendamos a revista "Crea con abalorios", as revistas de "el drac" e as revistas importadas em inglês que temos na loja on-line.

Outras ideias: anéis com tupis de 4 mm em uma volta, duas ou três. Pode ser feito de uma só cor ou de vários, ao azar ou seguindo uma ordem. Pulseiras com tupis de 4 a 6 mm.


Materiais:

 

  • Missangas: granito checo tamanho 9/0 de cor irisado 5470.

  • Fio de silicone elástico na cor roxa. Podemos usar fio elástico transparente ou de uma cor que fique bem com as missangas escolhidas.

  • Cola para fixar bem o nó. É opcional porém é mais seguro o seu uso.

  • Bolas facetadas de 4 mm cor Jet AB x2 ou Preto ABx2.

  • Duas agulhas de enfilado. É opcional porém nos deixa o trabalho mais fácil de fazer e economiza tempo.

  • Tapete Beadalon para contas. É opcional, nos ajuda para que não caia as missangas no chão. Ao cair as missangas no tapete, elas não rolam nem pulam.

              

     Esquema para primeira volta de enfilado cruzado ou trabalho completo se é de uma só volta. As bolas colocadas em rosa e em azul podem ser iguais ou diferentes. As linhas paralelas da cor do fio indicam que repetimos até chegar ao tamanho desejado.

Primeiro trabalho: Anel de uma volta.

Se seguimos o esquema anterior no lugar das bolas azuis colocamos as bolas facetadas e no lugar das bolas rosas colocamos os granitos. Com esta explicação e o esquema podemos fazer o trabalho, porém a seguir explicaremos com mais detalhes e com fotografias.

  1. Pegamos um pedaço de fio de silicone elástico de uns 50 cm. Colocamos o fio na agulha em cada extremo do fio. Na agulha flexível se coloca o fio no buraco grande e depois se puxa o fio para trás deixando no buraco pequeno para que não saia.

     

  2. Passamos ao centro do fio um granito, uma bola facetada e por último outro granito.

  3. Colocamos por um extremo uma bola facetada e depois a cruzamos atravessando com a agulha até o outro extremo. Tiramos dos dois extremos tentando que o conjunto formado fique no centro do fio.

     

  4. Colocamos um granito em cada lado. Colocamos em uma ponta do fio uma bola facetada e cruzamos por ela a outra ponta do fio.
  5. Repetimos o passo 4 até que o anel tenha o tamanho adequado para o nosso dedo.

  6. Colocamos um granito em cada lado e cruzamos os fios pela primeira bola facetada que colocamos. Tem que ter cuidado ao colocar, de forma que o anel não fique retorcido.

     

  7. Passamos um dos fios pelos buracos dos granitos e bolas até se encontre com a outra ponta. Fazemos um nó simples forte e depois um nó duplo. Puxamos bem e para assegurar-lo colocamos um pouco de cola. Também podemos assegurar o fecho com um travão e um pouco de cola.

    O nó duplo se faz partindo do nó simples e voltando a colocar de novo cada ponta no espaço criado como se vê na foto.

    Já temos o anel terminado se nos agrada o de uma fila. Se queremos um anel de mais filas faremos como o seguinte trabalho para a pulseira.

 

Segundo trabalho: Pulseira de três voltas.

Para fazer a segunda volta em anéis, pulseiras e outros trabalhos se faz primeiro uma volta e depois, com um fio novo ou re-situando os extremos do fio se é muito grande, seguimos o seguinte esquema. O fio desta volta vai em verde por um lado e em vermelho pelo outro. O fio usado na primeira volta, colocamos em preto. Para fechar a volta passamos os fios ao final pela primeira bola desta volta. Para fazer mais voltas repetimos este processo todas as vezes que quiser.

A seguir explicamos esta segunda volta com mais detalhes e com fotografias.

  1. Fazemos a primeira volta da pulseira da mesma forma que fizemos antes o anel.
  2. Pegamos um pedaço de fio elástico ametista de uns 70 cm e colocamos por um extremo uma bola facetada e um granito. Na outra ponta o passamos por um dos granitos da primeira volta tal como se vê na foto. O conjunto deve ficar no centro do fio.
  3.  

  4. Colocamos uma bola facetada por um dos extremos e cruzamos a bola com o outro extremo do fio.
  5. Colocamos um granito pelo extremo mais longe da volta já feita. Colocamos na ponta que está ao lado da primeira volta pelo seguinte granito.
  6. Repetimos os passos 3 e 4 até que terminemos a segunda volta. Arrematamos os fios com nós ou travões e cola.
  7. Fazemos outra volta repetindo os passos 2 a 5. Fazemos quantas voltas queremos.

Outros exemplos de aplicação de enfilado cruzado.

  1. Anéis Aliança com tupis de 3 mm.

     
    Enfiado cruzado de duas voltas com tupis de 3 mm cor Crystal Copper e travão de prata de 2 mm Ref. pl44b. Na primeira volta os tupis ficam de um lado e os travões ficam do outro lado e como bolas de cruzamento no centro. Ao colocar a segunda volta ficam os tupis no centro do anel.   Trabalho com tupis de 3 mm cor Água-marinha e rocalha Miyuki cor 452 metalizado. A técnica é a mesma que no caso anterior.

  2. Pulseira com tupis de swarovski de 6 mm e bolas estriadas prateadas. A primeira volta se começa com três tupis, uma bola estriada e outros três tupis. A seguir se coloca outra bola estriada que se cruza com o outro extremo. Se segue colocando três tupis em cada lado e uma bola metálica cruzada até terminar a primeira volta. Para a segunda volta o fio que fica ao lado da primeira volta se passa pelos três tupis já enfiados e no fio do outro extremo se coloca três tupis novos. A bola de cruzamento é sempre a bola metálica prateada. A pulseira da foto tem duas voltas e em cada volta são 8 repetições do grupo de 6 tupis e uma bola estriada.

    Aplicando o esquema cada bola azul seria uma bola metálica e cada bola rosa três tupis vermelhos.

  3. Anel com a técnica da flor e enfiado cruzado por detrás. A flor se faz com uma bola facetada de 8 mm de Swarovski cor ametista e 8 bolas de 6 mm cor violeta. Para ver o enfilado em flor passo a passo clica aqui. Se colocam no centro do fio as 6 bolas de 6 mm, se passa o fio pela primeira bola, se coloca a bola central e se arremata com dois nós duplos. A parte detrás se faz passando um fio de nylon por duas das bolas de 6 mm, se colocam três missangas em um extremo e se cruzam com o outro extremo. Se colocam tantos grupos de três missangas como seja necessário para ter o tamanho desejado. Ao final se cruzam os fios por duas bolas de 6 mm do outro extremo da flor.

     

  4. A seguinte pulseira de uma volta foi realizado com bolas facetadas de 6 mm cor topázio escuro AB e granito checo cor âmbar. O procedimento é idêntico ao aplicado para fazer o anel de uma volta realizado no passo a passo nesta página.

  5.  

  6. O seguinte bracelete de duas voltas foi feito com pérolas de rio, tingida na cor preta de dois tamanhos diferentes. No esquema trocar a bola azul por uma pérola grande e a rosa por uma pérola pequena.

     

  7.  

Entra em  nossa loja on-line e encontrarás todos os materiais, ferramentas, livros, revistas que necessitas para bijuterias, artesanato, desenho e pintura.

 

Tienda virtual manualidades y bellas artes. Materiales, libros y revistas.

 

Páginas relacionadas:

 Bijuteria e missangas: Mais de 20 trabalhos de bijuteria e missangas passo a passo.